14/07/2010

Dia Mundial do Rock / O Espírito do Rock


Hoje é 13 de julho, um dia muito especial e sagrado para todos os seguidores do Rock: é Dia Mundial do Rock. Deveria até ser feriado mundial, mas o mundo já teve várias folgas por causa da Copa do Mundo. O que, se pensarmos, é uma coisa boa, pois podemos mostrar para todos como vestimos a camisa com orgulho de sermos rockers. Mas antes de começar o artigo sobre o Espírito do Rock, vale uma "biografia" sobre o porquê do Dia Mundial do Rock ser 13 de julho.


O Dia Mundial do Rock
Bob Gedolf era compositor, vocalista e humanista da banda Boomtown Rats, e idealizou junto com Midge Ure - guitarrista, cantor e compositor britânico - um evento que aconteceria no dia 13 de julho de 1985. Este evento foi o Live Aid, um concerto beneficiente que aconteceu nos EUA e Inglaterra, tendo como objetivo o erradicamento da fome na Etiópia. Os concertos aconteceram nos estádios JFK na Filadélfia nos Estados Unidos e no estádio Wembley em Londres na Inglaterra, e o festival foi transmitido pela BBC para vários países.

Uma lista gigantesca de artistas consagrados participaram do festival: Status Quo, Led Zeppelin, Dire Straits, Madonna (peguem leve ae, pessoal), Queen, Joan Baez, David Bowie, BB King, Mick Jagger, Sting, U2, Paul McCartney, Phil Collins, Elvis Costello, Sade, Bryan Ferry, The Who, Elton John, Black Sabbath (na primeira reunião com Ozzy Osbourne e Bill Ward), Run DMC, Crosby, Stills & Nash, Judas Priest, Bryan Adams, Beach Boys, Simple Minds, Pretenders, Santana, e... espero que estejam todos aí.

Eric Clapton que também se apresentou no festival comentou seus momentos antes de se apresentar no festival na sua autobiografia: "Nos hospedamos no Four Seasons Hotel, onde cada quarto estava ocupado por músicos. Era a Music City, e como a maioria das pessoas, fiquei acordado a maior parte da noite na véspera do concerto. Não pude dormir de nervoso. Deveríamos subir ao palco ao anoitecer, e fiquei assistindo às apresentações dos outros músicos na TV durante a maior parte do dia, o que provavelmente foi um erro psicológico”.

O Live Aid tomou uma proporção monstruosa e uma importância enorme, devido à diversidade de artistas que se apresentaram e pelo objetivo nobre do evento. Para se ter uma ideia, alguns artistas ainda se apresentaram em Moscou, Sidney e Japão. Assim, 13 de julho de 1985 foi considerado o Dia Mundial do Rock.

Agora que a história desta data foi mostrada, vamos ao artigo especial:


O Espírito do Rock
Por alguma razão essa "entidade", se é que podemos chamar assim, apareceu no Rock, e desde então esse tal Espírito ficar tão presente e conhecido quanto Deus Metal. Não há relatos precisos sobre este espírito, e não há nenhuma relação entre ele e a religião nórdica, cristã, budista, hindu, judaica, satanista... Então, quem é o Espírito do Rock?

Alguns dizem que pode ser Deus Metal guiando os artistas, ou mesmo algum rockeiro morto disposto a continuar sua tradição. Mas, para esta Bíblia:

"O Espírito do Rock é a mais pura e completa manifestação do Rock."

O Espírito do Rock não tem forma, não é uma estátua ou um simples ídolo de gesso, e tão pouco é uma "pessoa desencarnada". Ele está tão acima disso que podemos senti-lo presente, seja num solo de um instrumento, num riff marcante, num artista fazendo uma grande performance, até numa simples imagem de uma guitarra Fender Stratocaster. Apenas os que não sabem o que é Rock de verdade não sabem o que ele é, pois nunca o sentiram. O Espírito do Rock é o Rock, e vice-versa.

Esta Bíblia também faz uma menção ao Espírito em seu primeiro preceito: "Keep the Spirit Alive", significando que ele precisa ser mantido vivo, principalmente nos dias de hoje, onde o mundo é dominado pelo Pop. O Pop deixou marcas e conceitos que levaram muitas pessoas ao engano, e sacrilégios são cometidos quando dizem que Linkin Park, Paramore, Restart, SlipKnot e bandas relacionadas são Rock. E isso nos remete a questão: se o Espírito do Rock não está nestas bandas, onde ele está? Ele não está no ar vagando pelo espaço, mas está na alma de todo rockeiro de verdade, como a frase destacada acima diz. Este esquema abaixo mostra como e porquê o Espírito saiu do Rock:


Corpo, Mente e Espírito
Vamos imaginar que o Rock tenha corpo, mente e espírito, onde:
  • O Corpo representa os instrumentos específicos (vocal, guitarra, baixo e bateria) e o visual que a banda tem;
  • A Mente representa a mensagem e o propósito que banda tem e quer passar ao ouvinte;
  • O Espírito representa a motivação, o que faz ela viver e ser o que é. Alguns especialistas chamam o Espírito de feeling, quando se referem às melodias.
Com o passar do tempo, e depois da morte do Espírito Santo Kurt Cobain, o Corpo passou a ter mudanças, a sonoridade ficando diferente por causa dos novos aparelhos usados (teclado e efeitos de gravação mais frequentes) que fizeram transformações drásticas e irreversíveis, tornando a sonoridade mais leve, acessível e facilmente comerciável. E não para por aqui, o visual ficou mais de acordo com os padrões da Sociedade, com roupas e estilo também mais aceitáveis.

Já a Mente foi a que sofreu mais mudanças. Ela mudou toda sua perspectiva contestadora e desafiadora de regras para adotar uma mentalidade pacífica e maleável. Sem mais aquela rebeldia, a Mídia começou a adotar o "novo Rock" na sua lista de ritmos musicais preferidos.

Por isso, com um corpo e mente não compatíveis, o Espírito do Rock fugiu, tornando o Rock totalmente herege. E chegamos naquela parte que você está cansado de presenciar e que esta Bíblia está cansada de dizer: os hereges tomaram conta do planeta, a Mídia controla e faz todos de marionetes para darem audiência ao Pop e deixar todos em estado de ignorância e blá blá blá.

O que este artigo quer mostrar é que apesar de tudo isso, o Espírito do Rock não se corrompe ou se transforma, pois assim como a alma é eterna, o Rock também é. As modinhas passam, o furor é grande e o sucesso pode bater recordes, mas o Rock sempre vai ser o melhor.

Feliz Dia Mundial do Rock pra todos \m/

03/07/2010

O legado Punk

Os punks nos deixaram muitos ensinamentos e ideias, mas elas foram distorcidas com o passar do tempo, levando qualquer idiota a pensar que é punk. Veja como o salmo de Mateus 24:24 se aplica atualmente:

Fato 1: Os Punks popularizaram o moicano e o fizeram seu símbolo estético máximo.
Hoje é usado por TODO MUNDO. Funkeiros, pagodeiros, emos e até jogadores de futebol. O significado do moicano agora está destruído.

Vai tomar no cu, Neymar.

Fato 2: Os punks foram os primeiros a pintar o cabelo com cores estranhas.
Hoje qualquer um faz isso, mas principalmente emos e góticos posers (ou seja, emos).

Marimoon que o diga.


Fato 3: Os punks usavam calças rasgadas.
Mas antes isso não era moda.

Agora você pode comprar roupas que JÁ SÃO RASGADAS DE FÁBRICA!


Fato 4: Os punks usavam piercing e tatuagem para chocar a sociedade.
Hoje isso é tão comum que até perdeu a graça.

Isso só choca aquelas velhas de cidade do interior que até ouvem rádio gospel.



Fato 5: Os punks só usavam 3 acordes em suas músicas

Hoje é o máximo que uma música pop atual usa. Aliás, 3 é o máximo do máximo!



"The Only Exception" é chata, não?



Fato 6: Os punks sempre criticavam o governo, o Sistema, a Sociedade e eram a favor da anarquia.
Mas hoje o capitalismo ainda está vivo...


Bang!


Fato 7: Os punks inventaram o conceito Do It Yourself (DIY), o "Faça Você Mesmo", que é concertar uma coisa em vez pagar pelo concerto dessa coisa, alimentando o Sistema.
Hoje todo mundo acha que é só uma frase usada em decoração e design de casas.

Gostou da nova arrumação das plantas? Eu mesmo que fiz!



Fato 8: Os punks não se importavam com o que ninguém pensava.
Hoje ser igual a todo mundo é um dogma universal.


Todo mundo gosta de Justin Bieber? Eu tenho que gostar também!



Fato 9, e o único que as pessoas realmente seguem: Os Punks não gostavam de Heavy Metal.
E todo mundo continua seguindo esse conceito à risca!


Oi, garota normal achada na primeira página do Google, você gosta de Motörhead?



Fato 10, o maior dos fatos!: Punk bom é punk morto!
Todos os punks de verdade estão mortos, e nenhum hoje que se diz punk é um de verdade.



***
"Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos."
Mateus 24:24

"Até quando sucederá isso no coração dos profetas que profetizam mentiras, e que só profetizam do engano do seu coração?"
Jeremias 23:26

"As palavras da sua boca são malícia e engano; deixou de entender e de fazer o bem."
Salmos 36:3

"Então entenda, não perca seu tempo sempre procurando pelos anos perdidos. Encare... resista, e entenda que você está vivendo em anos dourados"
Adrian Smith, Iron Maiden
Este é o legado que o Punk nos deixou, agora corrompido.

Deus Metal nos livre de todo o mal. Amém.